Divulgação. © Paramount / Hasbro

A hora de dar um basta. Nunca se foi tanto ao cinema e nunca se consumiu tanto da indústria como agora. Com uma infinidade de produções lançadas uma sob as outras fica até difícil acompanhar tudo, mas, e quando se já está mais do que óbvio que chegou a hora de parar? Talvez em Hollywood esse contexto se quer exista. Algumas franquias se sobressaem diante as outras, é sabido, contudo, não é uma particularidade para todas.

Divulgação. © Paramount / Hasbro

Quando desembarcou em 2007, Transformers realmente foi o boca a boca da época. Ame ou odeie. Foi um experiência extraordinária poder assistir às máquinas gigantes em combate. A feroz batalha entre duas raças alienígenas. O ritmo acelerado de Michael Bay e as cenas eletrizantes arrastaram multidões aos cinemas. A galera aprovou. Lá atrás, quando se era deslumbrante de contemplar. Mas agora.. O ‘Último Cavaleiro’ de nada tem de especial. E a bilheteria reflete bem o desgaste; mas como o sinônimo em Hollywood ao se fazer um sucesso é explorar as possibilidades..

Divulgação. © Disney

Ah Piratas do Caribe… Quem aí pediu quatro filmes? Na verdade cinco, agora. Uma premissa interessante de um pirata irreverente na pele de um ator de requinte. Não podia dar errado. O primeiro filme foi um sucesso, e como, aqui, “tudo que é bom deve durar um pouco mais“, vieram-se mais filmes.

Divulgação. © Capcom / Sony Pictures

Mas e quando as possibilidades em torno de uma determinada franquia se esgotarem. O que fazer? Desistir? Abrir mão? Nada disso. A palavra da vez é reboot. Na verdade remake também. Afinal de contas, é possível sempre se superar em Hollywood.

A grande questão é, nenhuma franquia é infinita. Ela pode sobreviver em todo seu esplendor e glória por muitos anos quando bem desenvolvida – Universos como Marvel e Harry Potter estão aí pra provar -, mas irá fracassar quando esbarrar em materiais que não são de forte para maiores expansões.

Ao que bem me parece, os grandes produtores tem buscado recorrer a outras fontes que nunca foram devidamente exploradas para que talvez tenham algum sucesso, os mangás, como um bom exemplo. Não haveria problema nenhum se essa exploração viesse de pessoas realmente apaixonadas pelo que fazem – não por dinossauros engravatados.

Divulgação. © Paramount Pictures

Não que uma franquia não possa ser reinicializada e trabalhada novamente, mas quando da maneira certa, com calma, e um passo de cada vez. Com o conhecimento pleno do que se está e como fazendo. Visão em enxergar até onde se pode ir e se errar, saber quando parar, ou até, como dar a volta por cima; muito embora esta última se mostre muito menos provável.

Sendo cinéfilo de carteirinha, é claro que gostaria que cada trabalho feito em Hollywood tivesse o desenvolvimento pleno necessário, mas em alguns casos, o produto está imerso em tamanha e única obrigatoriedade de lucro que é algo praticamente impossível.

A decisão do que se ver na tela grande cabe a cada um, você é quem paga o ingresso, mas também cabe a você direcionar os rumos da indústria.

  • Estranho vocês terem falado de franquias intermináveis e não terem citado Velozes e Furiosos v: https://uploads.disquscdn.com/images/1ac202d15ae5a097c3bb92139e57ff1384c9d8e199768963b95a44d35462c478.png

    • Matheus Sousa

      É um exemplo claro de franquia interminável mas que ainda fatura [e muito]. É complicado. Procurei citar as que não retornam mais ou que se quer deveriam ser.

    • Alice

      Mas o curioso é que Velozes e Furiosos consegue se reciclar a cada filme, mesmo passando a sensação de que a produtora da franquia está desesperada por $$$.

      • Eduardo Oliveira

        Se reciclam pois o público que acompanha VF é muito despretensioso com a história e a franquia tbm precisou se reinventar depois da morte do Paul Walker, alheio a isso a franquia parou de contar uma história sem um dos seus atores principais e tiveram que mudar meio que forçadamente, não fosse o falecimento de Walker eu acredito que franquia estaria num limbo maior que Transformers pois estaria numa zona de conforto imensa.

  • Olha, concordo com tudo, tirando Piratas do Caribe, a franquia tá desgastada… tá…. Mas ao mesmo tempo curti todos, até o 5, então não acho que é o fim da franquia (quem viu o final manja que tamos na reta final).

    • Kaio

      Piratas do Caribe tá desgastado, mas acho que seria bom mais um filme pra finalizar a franquia.

      • Tá… tá desgastado, mas o ultimo filme em si foi bom, diferente do Transformers ai.

        • Kaio

          Nem me fale, o último Transformers foi broxante.

  • Kaio

    Esse foi o primeiro Transformers que achei cansativo de assistir, o mais fraco da franquia. Na metade do filme torcia pra que acabasse logo.

  • Just_an_Asian_guy

    Hollywood tem que aprender que as vezes menos é mais.

  • Luana Lordelo

    Realmente, há franquias desnecessárias com cada filme mais cansativo que o outro, mas muitas ainda faturam por cima disso, e é isso que Hollywood gosta de verdade.

  • Kaio Honorato Rodrigues

    Excelente matéria!

  • Eduardo Jose de Andrade

    Esse é a síndrome pokemon (anime com o ash),sugam até a última gota de qualidade da obra.

    • toygame lan

      pokemon se mantem mais pelos jogos que a serie

  • Kaio

    Jogos vorazes dividiu o último livro em 2 filmes e a 2º parte ficou bem chata.

  • Nona

    Esqueceram de falar de animações como Era do Gelo, Shrek, Madagascar, Meu Malvado Favorito e outras.

    • Matheus Sousa

      Se fosse abordar tudo.. xD. E a casos e casos.

      • Alice

        Se fosse sobre animes, teria Parte 1 / Parte 2/ Parte 3. Naruto Shippuuden ocuparia duas páginas. Poderia fazer? rsrs

        • CYRAX

          Naruto Shippuuden, Pokémon, Gintama, One Piece, Doraemon, Crayon Shin-chan… Com a diferença que todos ficaram e ficam na torcida por mais episódios!!

    • Caio Moraes

      Shrek já havia sido finalizado (mas recentemente anunciaram mais um :v ) e Madagascar ainda não se desgastou (pelo menos considero todos os 3 filmes bons), mas se estiver falando dos inúmeros produtos com os pinguins e os lêmures aí sim concordo.

  • Ramon Dom

    Eu só gostei de trasformers até o segundo filme(que pra mim é o melhor)

  • Ao meu ver, estão quebrando limites e os “comprando” cada vez mais… BASTA!
    MAS isso não é em todos os casos, e com isso me refiro a “Piratas do Caribe”… Esse novo filme mostrou o quão pequeno é nosso conhecimento pela obra e seu mundo! A quantidade de assuntos que eles ainda podem abordar é absurda, e o melhor neste caso é: Eles conseguem explorar isso MUITO BEM!
    → Tridente de Poseidon e as Maldições ←

    Agora casos como Transformers & Velozes e Furiosos ↓
    Eles não possuem muito assunto a adicionar, exceto por este novo filme (O Último Cavaleiro) que possui uma ideia muito boa: O passado daquele mundo em que se passa a obra. Ainda não assisti o filme, então não tenho 100% de certeza, mas acredito que o mesmo não foi bem explorado pois como sempre eles se perdem em detalhes ridículos como os atores (Principalmente a Atriz, NESTE CASO)
    → Transformers 3 & 4 são o maior exemplo disso! ←
    https://uploads.disquscdn.com/images/f1dd2db73727c0893568da5437530619b883df13418c0f4113697acfe6e732dd.jpg

  • Rafael Nogueira

    Transformers e Piratas do Caribe são só as trilogias iniciais pra mim, Piratas do Caribe 3 foi uma das melhores coisas do cinema, mas que tem que acabar tem, quando o assunto é dinheiro, até o que é ruim dura pra sempre.

  • Eduardo Oliveira

    Pra mim o que começou essa onda de continuações (ou pelo menos ajudou) e franquias que se tornaram pífias depois de algum tempo não foi Transformers (Não sei se o Matheus quis dizer isso) mas sim a franquia Jurassic Park que depois do primeiro filme que foi bombástico na época, tornaram a estender algo que deu certo para algo não mais que uma série de filmes ”ok” e esse foi o vírus que se espalhou por Hollywood com algum tempo e Transformers e Velozes e Furiosos ajudaram a propagar a algum tempo depois, dou um desconto a VF pois em seus áureos tempos a franquia tentou entregar um drama de quem participava das corridas de racha e etc e depois passou a ser só mais uma franquia que mesmo que faça milhões em bilheteria ela não consegue ser nem ao menos coerente, e o fato de um filme querer só ser ”divertido” os seus produtores não podem colaborar para aumentar uma lacuna que existe na qualidade dos roteiros desses filmes e que vem ditando o ritmo das grandes produções americanas.

  • GustavoH

    Achewi que era outra das listas de japas mas foi só um desabafo em textao mesmo
    Só digo uma coisa TAMO JUNTO

    EDIT: Só senti falata de citarem animações como Era do Gelo que poderia muito bem parar no 3 e continuar como animação

    • Caio Moraes

      Era do Gelo poderia ter parado no 2, quando a série tinha um enredo mais sério. A partir do 3 virou mais uma “série de tv genérica” ao estilo “cada episódio uma nova aventura sem muita profundidade”.

  • toygame lan

    esse filme foram uma desgraça,não sei como alguem consegui assistir isso nos cinemas,são coisas feitas sem roteiros e nem nada só para fazer grana mesmo

  • toygame lan

    cara o pokemon origins foi melhor que todas as temporadas com ash

    • Eduardo Jose de Andrade

      Até os fillers de Naruto são melhores que pokemon!