Divulgação. © Masami Kurumada / Toei Animation

Divulgação. © Masami Kurumada / Toei Animation

No próximo dia 31 de outubro, a Rede Brasil estreia dois grandes animes em sua programação, Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball Z. A animação japonesa praticamente sumiu da TV aberta, e essa inciativa pretende resgatar isso de volta, e quem sabe, chamar a atenção dos demais canais, especialmente os infantis.

A Angelotti Licensing, representante da Toei Animation no Brasil, foi responsável pelo acordo com a emissora. Em contato exclusivo com a empresa, o ANMTV recebeu a confirmação de que os dois títulos ganharam versões remasterizadas em HD, algo já citado anteriormente. Muitas pessoas ficaram confusas em relação ao caso de Dragon Ball Z, por conta de Kai ser em alta definição, mas assim como CDZ, a saga original de Goku também recebeu o mesmo tratamento por parte da Toei.

Ainda sobre a criação de Akira Toryiama, a Rede Brasil não comprou os 291 episódios do anime, mas sim até o 107. Com o sucesso, obviamente o restante dos capítulos vão ser adquiridos pela emissora. Já Cavaleiros é como foi dito, todas as 3 sagas (114 episódios) estão com o canal.

Novos animes no futuro

A pergunta que todos vem se fazendo após este anúncio: Podemos esperar mais animes na Rede Brasil? Segundo Angelotti isso é uma possibilidade, mas antes, é preciso dar início a exibição destes dois “titãs” na TV aberta, medir sua repercussão e a partir dai então, começar a trazer novos títulos.

Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball Z estreiam dia 31 de outubro no horário nobre, a partir das 20h até às 21h. A Rede Brasil pode ser assistida em todo país por meio de parabólicas, operadoras de TV por assinatura (menos a NET) e internet.

Mais novidades em breve.

  • Carlos Dimitrís

    otimo. pelo visto temos chance de vim one piece e sailor moon no futuro obrigado anmtv pot ouvir minha sugestao angeloti explicou muita coisa. acredito que no futuro vem coisa boa ai rs.

  • Nan Nobrega

    Queria ver YYH nesse canal

    • Carlos Dimitrís

      nao adianta pedir YYH pois a Angelotti Licensing empresa que licenciou os animes com exclusividade p pra rede brasil , so tem pra licenciar DB, CDZ, One Piece e Sailor Moon site ao lado http://www.luizangelotti.com/portugues/marcas.htm

      • Não licenciou exclusivamente para o canal. Essa lista de animes presente nesse site foi atualizada pela última vez há quase um ano.

        • Carlos Dimitrís

          segundo entrevista dele mesmo ao canal na rede brasil. ele licenciou com exclusividade os animespro canal. em reusmo nao pode licenciar nenhum anime a rede brasil que nao seja por ele.

        • SaintARMOR

          Pode não ter sido atualizada mas à julgar com a parceria com a Toei não acho que tenha mudado muita coisa. Talvez só tenham adicionado algo de Digimon no catálogo ou um Toriko da vida, por também serem da Toei. Mas fora isso eu imagino que continue a mesma em relação à animes.
          E devo lembrar que a Angelotti é como uma vitrine, não é a distribuidora de fato, apenas faz a ponte entre os canais e a distribuidora.

      • Nan Nobrega

        Entendo

  • Luiz Guilherme

    Só compraram até o final da saga de freeza. E seria bom a playarte relançar DBZ, mas em blu-ray logo, com esse hd ai. E não aqueles dvds com imagem de vhs.

    • Davi

      O mercado de animes no Brasil é um cocô pq mesmo com os animes sendo exibidos na TV como Bleach Yugioh a Playart (ou quem for os detentores do mesmo) não recompõe estoque e menos ainda lançam pra aproveitar o embalo da transmissão… Uma…

      • Celso

        Se bem que a repercussão desses animes aí também não é algo fenomenal, bem longe disso. Talvez aí esteja o problema.
        Agora se tivesse passando numa Globo ou SBT da vida, aí as chances da história ser outra eram bem maiores.

  • Desde a primeira vez que anunciaram esse incrível retorno dos animes da Toei na TV aberta tenho pensado muito na possibilidade de futuramente exibirem diversos títulos dessa produtora que jamais tiveram sua chance de ser exibido por aqui, tanto séries antigas quanto atuais.
    Já notei algum progresso quando recentemente foi anunciado a dublagem em português do anime clássico de Mazinger Z, que anteriormente nunca teve sua chance de ser exibido aqui. A Toei aparentemente está percebendo o sucesso que a Rede Brasil poderá obter com seus animes recém adquiridos e já está aproveitando para produzir a dublagem em português de outras de suas séries por conta disso.

    Se não me engano, se tem uns dois animes que a Toei fracassou em tentar comercializar por aqui no passado foram as franquias de “garotas mágicas” Precure (a versão sabanizada da saga Smile não conta) e Doremi. Acho que a primeira série de Precure chegou a ser oferecida para a Globo, mas recusaram. Creio que os canais abertos tinham algum preconceito a respeito disso, talvez por acharem “violento” ou “coloridinho” demais.
    Mas num futuro próximo, se essa parceria da Toei for fortalecida, acredito que poderemos ver essas e diversas outras séries dessa produtora pela primeira vez aqui no Brasil.

    • Dyel Dimmestri

      a série de Doremi chegou a ser oferecida para a Record, mas ela teria recusado pelo fato da protagonista ser uma bruxa…

    • Graças a essa parceria tem grandes chances de outros animes da Toei virem pra cá, ainda sonho com a dublagem de One Piece na versão original, Dragon Ball Super que merece e dublarem todo o Zatch Bell – na versão original também.

      • Se bem que no caso de Zatch Bell, teriam que negociar com a Viz Media, pois é essa empresa que trabalha com esse anime por aqui, e também infelizmente é a responsável pelas censuras presentes nesse anime.
        Por isso acho que esse anime teria mais chances de ser exibido na PlayTV futuramente, já que esse canal tem contrato com essa empresa, mas não sei se a Viz pensaria em lançar uma versão sem censura desse anime (como fizeram com Naruto clássico), pois pelo que eu sei nem nos EUA chegaram a exibir Zatch Bell sem censura.

        • Por isso creio que é mais fácil com a Toei, pois a versão censurada da Viz não era coisa básica como sangue e alguns cortes básicos em Naruto, os cortes de Zatch Bell são de cenas e eles alteraram toda a OST do anime, bem parecido com a Saban/4 Kids.

  • shipuca

    Vamos fazer funfar

    • Luiz Guilherme

      Vou assistir com todo prazer, tô ansioso. É diferente ver algo na tv e ver no pc quando quiser. ahaaaa

      • shipuca

        Realmente hahaha

  • Junior

    Que venha também novos Tokusatsus.

    • Carlos Dimitrís

      dizem que o angellotti tem direitos sobre kamen rider kuuga se for verdade a chance que ele possa trazer kamen riders novos pra rede brasil.

  • hyuga

    Se for a versão EUA essa versão de DBZ não vai ter os prévias do próximo capitulo torcendo aqui para que não seja a mesma.

    • Será exibido sem quaisquer cortes ou censuras. Fica de boas :v

      • Eevee Fantasiado de Slowpoke

        Aí chega o goku sangrando água

      • SaintARMOR

        Censuras não vai ter mesmo não. Mas a versão remaster da Funimation tem cortes nas prévias dos próximos episódios. Prévias essas que foram dubladas na versão brasileira, mas não deverão estar na versão exibida pela Rede Brasil.

  • Tyrion Lannister

    Espero que isso seja um marco para a Rede Brasil, mas devo comentar duas coisas:

    1 – A programação da Rede Brasil sempre teve potencial, mas eles deveriam manter os programas no mesmo esquema de exibição (dia, horário) até o fim da exibição de todos os episódios. Isso serviria para criar uma faixa horária para cada atração, uma faixa para seriados clássicos, uma faixa para animes, outra para variedades. Igual aos últimos anos da Rede 21 e primeiros anos da Play TV.

    2 – Marketing teve, mas isso não é suficiente. Leva certo tempo para fidelizar um público, e se a emissora mudar a programação daqui uns 6 meses, todo o trabalho será em vão.

    Eu, como sempre, não estou muito animado; apesar de serem 2 potências, o horário das 20:00 às 21:00 será como uma faca de 2 gumes. O horário ideal seria realmente das 19:00 às 20:00 ou 23:00 às 00:00.
    Eu digo isso porque muitos jovens que poderiam dar audiência estudam no período noturno e o horário das 23:00 seria ótimo para assistir indo para casa, ou já em casa. E o horário das 19:00 é clássico para animes no Brasil, pois pega o pessoal que chega da escola e do trabalho, e as novelas da 7 sempre vão mais fáceis de combater.

    8 da noite é um horário novo e inusitado para exibição, talvez dê muito certo, mas lembro que Slayers foi exibido em horário nobre na Band no passado, foi algo épico, mas combater o prime time das 3 grandes da TV brasileira foi meio que suicídio.

  • Gabriel Rosa

    Da saga DBZ a única a ser adquirida foi a primeira, saga Freeza, vamos aguardar os resultados da primeira temporada e quem sabe o canal não adquire as fases Cell e Majin Boo.

  • Koiy

    Será que ainda podemos sonhar com One Piece no Brasil sendo exibido da maneira que merece?

    • Esperamos que sim, já que a pessoal que negociou com a Rede Brasil ela também licensia Dragon Ball Super e One Piece.

      • shipuca

        E vamos torcer por uma redublagem

        • Lucas De Sousa Moura

          deus te ouça

    • Mastxadows

      Tomara,porque aquela versão censurada é ridícula.

  • Junior

    Que isso tem tudo pra da certo, tem. Agora só falta os fãs não marcarem presença nas audiências.

  • Alexsandro Magalhães

    Temos que dar audiência pra isso funcionar. Vai ser tipo levantar as mãos pra ajudar Goku com a Genki Dama, só que deixando sintonizado na Rede Brasil XD

  • Ayrton Tom

    Só queria saber se vai reprisar no fim de semana?

  • Leonardo Sasaki

    tomara que faça barulho e dê audiência, ainda mais sem censura, vai ser bom demais ver algo novo por aqui quem sabe no futuro rs

  • Bill.i.am

    Ja to vendo Digimon adventure entrando na Tv novamente :3 ver o patamon evoluindo pela primeira vez e se emocionar novamente

    • Celso

      Vai com calma, que o negócio não está indo bem, não.
      Se os animes “medalhões” estão dando um resultado tão insatisfatório, imagina os outros que não são?

  • Celso

    Xiii, se continuar do jeito que está, a Rede Brasil para “Os Cavaleiros do Zodíaco” no episódio 73 (ou até antes) e já larga mão do negócio. Certamente ela esperava muito mais do que realmente está dando. 0.1 pontos no IBOPE já era o que ela dava no horário com produções mais baratas.
    Se os paulistanos que curtem o anime não se mobilizarem e prestigiarem a exibição, não tem como isso ir longe.