Divulgação. © Dreamworks Pictures / Paramount Pictures

O lançamento de A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell neste final de semana amargou um resultado extremamente baixos nos cinemas dos Estados Unidos, informa o Box Office.

De sexta-feira até ontem (1), o longa que adapta o mangá de Masamune Shirow faturou tímidos US$ 19 milhões e o terceiro lugar nas bilheterias, atrás de O Poderoso Chefinho (US$ 49 milhões) e A Bela e a Fera (US$ 47 milhões). Somado ao mercado internacional, o filme detém um total de US$ 59 milhões.

Os números são muito ruins pelo custo total de produção, orçado em US$ 110 milhões, e vista arrecadação modesta no mundo. Para que não se torne um eminente fracasso aos estúdios, a esperança fica em parte ao continente asiático, apesar que por lá, quem parece mais firme com o público seja Kong.

A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell já está em cartaz no Brasil.

  • Rafael Bueno

    M acredito q o povo foi ver um filme q se tratava de uma piada sem graça q é de um Bebê q é um “Chefe”

    Poxa vida -_-

    • Joseph

      Pois é né…a DreamWorks vem perdendo muito sua qualidade ao longo do tempo se comparado a Disney/Pixar

      • Rafael Bueno

        E tudo começou quando a Disney fez o primeiro filme bom em 3D q foi Enrolados.

        Ai a DreamWorks caiu MUITO e é raro ver filme bom dela

      • Dio Brando

        Bem por ai mesmo.

    • Feike do luiz

      Essa piada é velha…

  • A.c.e by Allan césar (Ace)

    Só a china pra salvar das perdas.

  • Rafhael Victor

    Fui assistir ontem, e, de fato, é uma porcaria.

    • Eduardo Jose de Andrade

      Mas não é um dragon ball evolution também.

  • Tyrion Lannister

    Só o esperado…

  • Luana Lordelo

    Será que agora eles irão perceber que não era preciso fazer live-action? (Quem foi ver o filme do Poderoso Chefinho? A DreamWorks está sem criatividade).

    • Rafael Reis de Almeida

      Cara, o Live ficou excelente.. Li o mangá, vi o filme (em anime) e vi Live Action e curti demais. Fizeram um ótimo trabalho!

    • Maruseru Play

      Astroboy te mandou lembranças.

      • Luana Lordelo

        Não gostei foi desse Whitewashing, e também acho que não era preciso um Live-Action, mas se o filme é bom tudo bem.

        • Loli de 42 Anos

          cara, eu realmente acho esse argumento de whitewashing completamente estupido. o problema era necessário um ator de peso pra atrair publico devido a GitS não ser tão conhecido assim na america, se não tivesse a Scarlet Johansson teria fracassado ainda mais.

          • Luana Lordelo

            Será que essa notícia não foi um pouco precipitada? Ouvi falar que o filme ficou entre um dos primeiros lugares, mas se na estreia não arrecadou tanto dinheiro não é considerado ´´bom´´.

          • Loli de 42 Anos

            pelo que eu vi, parece que fez sucesso no exterior apesar de nao ter vingado na america

    • Caio

      Eu fui assistir poderoso chefinho, ri bastante.

  • Rafael

    O filme precisa arrecadar bem mais nos states pra não ser considerado prejuízo e não adianta chamar um ator famoso só pra ele fazer propaganda do filme, eu gosto da Scarlet Jonhanson mas tem hora que ela parece ter a mesma expressão em todos os filmes e isso conta negativamente!

    • A.c.e by Allan césar (Ace)

      Fica foda demonstrar emoções fortes em filmes como vingadores,lucy e agora a major do Ghost in the shell,todas dificilmente demonstram algum traço de emoção.

    • Tulius Alves

      Kusanagi motoko nunca foi de demonstrar emoções, você precisaria entender primeiro o personagem antes de dizer que a Scarlet errou neste quesito.
      Alias ela teria “errado” em mostrar emoções, pois ver motoko no anime, com olhos lagrimejando é um tanto difícil para não dizer impossível.

      • Royalknight Magnamon

        o neo de matrix parece mais a kusanagi motoko que a scarlet kkkkkkk

  • Gabriel Nunes

    Quem manda não colocar uma atriz asiática, eu gosto de S. Jonhanson nada contra ela, mas poderia colocar uma japonesa, mas fica com esse preconceito feio.

    • Joseph

      Bem a mãe dela no filme é japonesa…(Mindblow)

    • Tulius Alves

      Kusanagi motoko de fato é japonesa, porém o modelo de seu androide nunca foi de uma asiática, portanto quem conhece Ghost in the shell sabe que nunca houve inibições para que uma atriz ocidental fizesse o papel.
      Claro, quem ficou preso apenas ao filme de 1995, não vai ter acesso a essas informações.

  • Eu já esperava por isso. Péssima noticia.

  • Nero ZeroX

    Pelo jeito vai acabar se igualando a Dragon Ball Evolution,Street Fighter.. isso pode servir de alerta para que Akira e outras adaptações sejam engavetadas…

    • A.c.e by Allan césar (Ace)

      Akira até que é mais facil com esse negocio de drogas,interessante se souberem ser fieis as partes interessantes do manga.

  • Diego Miyabi

    E no Brasil, como foi?

    • Matheus Sousa

      Apenas amanhã/terça.

  • Maruseru Play

    Pelo menos faturou US$ 59 milhões pelo mundo.

  • Luciano Pereira

    quem mandou emburrecerem a trama ao invés de se manterem fiéis à essência do filme original?
    sem climax algum. apenas pequenos momentos de emoção.
    um filme que fala tanto em alma mas não possui uma.
    sai do cinema com a mesma expressão com a qual entrei.
    nota 6/10.
    vai ser um fiasco mundialmente e com isso, Akira não vai sair do papel mais uma vez.

  • Pelo jeito adaptações de jogos e animes no cinema não está mesmo vingando, então não vamos ver novas apostas sobre tais mídias no cinema… triste. Estou já meio saturado com filmes de heróis.

    • Red X

      Cara não sei se confere ou é apenas um pensamento meu,mas parece que quando Hollywood vai fazer live action de anime ou game eles não levam a sério o que vão adaptar tipo: “Ah é um desenho que ninguém viu bora pegar e fazer o que dá” ou “Ah é um joguinho de criança bora pegar e fazer o que queremos”. Para sair tanta porcaria ou eles de fato fazem de qualquer jeito para ganhar grana em cima de uma marca de games ou animes famosos (os lendários caça-niqueis) ou não sabem o que fazer com o projeto dado,acho que tá na hora de Hollywood criar uma área de filmes especializados em live action de animes e jogos.
      OBS: Esse meu pensamento também se estende para os Japas porque fazer live action de animes que tem um mundo inspirado no ocidente ou com personagens estrangeiros eles n sabem fazer (ex: Shingeki no Kyojin),e com isso vem o temor dos filmes de Fullmetal Alchemist e Bleach (quero ver quem vai fazer o Chad,Yoruichi,aquele ajudante do Urahara e o Kaname Tosen)

      • As vezes é pode ser mais culpa da produtora! Tem gente de cima que mete o dedinho no diretor para alterar algo! Ae alguns até tenta e é fã como Warcraft, diretor soube adaptar aquele universo para um fã dos jogos mesmo, mas é aquela coisa, pouco tempo para desenvolver algo, cortes que o estúdio obriga a fazer que estraga a lineralidade do enredo e seu desenvolvimento e o estúdio com medo de arriscar em algo que não sabe se o público vai gostar porque não depende apenas nos fãs, tem o grande público também para chamar e ver o filme, restrições de idades para lucrar mais… essas coisas acabam afetando o produto final.
        Sobre os japoneses eu entendo perfeitamente o lado deles… eles não tem ainda uma grande indústria cinematográfica e reconhecimento igual Hollyhood e nem chega perto de usar a verba que usam em Hollyhood sem falar que eles não tem dinheiro para contratar atores americanos (E nem deve ter muitos atores que saibam falar fluentemente japonês para atuar em filmes coreanos)… então como quer que eles façam algo igual Hollyhood que tem uma indústria grande e reconhecida mundialmente e ainda atores de tudo quanto é canto do mundo e ainda pode contratar atores japas por exemplo que sabem inglês…. acho uma comparação bem distinta, no dia que o mercado japonês for grande e reconhecido mundialmente e ter o investimento que os americanos tem ae sim vou entender essa reclamação.

        • Carlos Valente Valente

          Pois é, Yhan, você tem toda a razão!! Para mim, definitivamente, o preconceituoso mercado americano não gosta mesmo de anime!! Se eu fosse os estúdios japoneses, faríamos um acordo nacional para não dar mais nenhum direito a qualquer estúdio americano de fazer Live-Action de animes!! Além disso, os estúdios japoneses tem que fazer eles mesmo os filmes de animes!! Olha só sucesso comercial ao redor do mundo do Samurai X (só atores japoneses) e nem precisou de algum artista famoso de Hollywood para fazer sucesso pelo afora em 2012!! Boa noite e até mais, meu amigo!! [^J^] https://uploads.disquscdn.com/images/c9f9c7f217ef0b9d1daa2ae5b9c8b167b3e2cb1b8fe9bd6d21a8fec699c00863.png

      • Carlos Valente Valente

        Pois é, Red, você tem toda a razão!! Para mim, definitivamente, o preconceituoso mercado americano não gosta mesmo de anime!! Se eu fosse os estúdios japoneses, faríamos um acordo nacional para não dar mais nenhum direito a qualquer estúdio americano de fazer Live-Action de animes!! Além disso, os estúdios japoneses tem que fazer eles mesmo os filmes de animes!! Olha só sucesso comercial ao redor do mundo do Samurai X (só atores japoneses) e nem precisou de algum artista famoso de Hollywood para fazer sucesso pelo afora em 2012!! Boa noite e até mais, meu amigo!! [^J^] https://uploads.disquscdn.com/images/2465e4764fddb4f3496f182ef5531351e551b5a164921df80a160774dca1471a.png

  • Igor Lucas

    Animação é forte por lá.

  • Eduardo Jose de Andrade

    O filme vai recuperar pelo menos o gasto de produção,assassin’s creed foi meia boca e arrecadou uma boa grana mesmo com um lançamento ruim,o filme foi até legal pra mim,não se iguala ao anime pois hollywood né,mas não é um dragon ball evolution da vida,e as chances de uma sequência agora estão baixas……..

  • Erivelton Freitas

    Paramount e Sony sofrem da mesma doença mental. O Péssimo Gosto para escolher datas para seus filmes. Colocar numa data de forte concorrência só prejudica o longa.

    A Sony aprendeu isso com Passageiros e Vida, e espero que não erre mais!

  • Alyson D’Gramont

    Será que esse filme consegue arrecadar pelo menos $250 milhões?

  • Guilherme Kyon

    Adaptar um filme cabeça pro publico geral não foi uma boa ideia, n pega o publico geral e nem os fãs… Mas o filme parece ser bom até.

    • Rafael

      Concordo com você, Guilherme, o problema pode estar no filme em si!

  • Felipe K7M

    Mas o filme é mesmo ruim? Apesar que eu não vi o anime

    • Eu tbm não assisti o anime, e achei o filme bom, MAS, não tem nada ali que você não tenha visto em outros filmes de ficção cientifica.

  • DarkSlayerSigma

    Tirando o Kitano, não gostei de mais nada nesse filme.

  • toygame lan

    é pelo visto essa ideia de ver animes e jogos nos cinemas ,vai virar tabu novamente como foi nos anos 90

  • Davi

    Acho que nem cola tentar chamar atenção com nome famoso. Só quem conhece a obra vai mesmo, em sua maioria claro.

  • Dio Brando

    Nada fora do esperado. O que É UMA PENA. lol

  • Tulius Alves

    Achei o filme “mais ou menos”, não gostei do centro das cidades futurística serem cheios de hologramas,de fato essa tecnologia existe em GITS porém, não é aquele escândalo todo, me lembro que o filme de 1995 se destacou em fazer um futuro “pés no chão”, havia favelas,pobreza e etc… esse filme lembrou disso, mas exagerou nos centros da cidade, só para mostrar tecnologia de animação.

    -O filme de 1995 é mais filosófico, e dizem que o mangá é ainda mais. Esse filme foca demais no fato de Motoko ser enganada….e … coitadinha, coisa e tal.
    -A série original também tinha um tema de investigação melhor, nesse filme a coisa é meio “pincelada”.
    -Togusa parece um cara arrogante aqui.Também senti falta dos demais membros da seção 9.
    -Aramaki só fala em japonês,sendo que ele é um senhor razoavelmente poliglota, (curioso que o ator de Togusa também é japonês, mas só ele fala em inglês).

    -Acho que o filme acertou mesmo foi na ação e no fato da Major ser uma pessoa que sempre está questionando, isso é legal. Batou e Aramaki continuam bem fiéis.