Divulgação. © Marvel Studios

Em 2018 a Marvel Studios irá completar dez anos desde que produziu Homem de Ferro, seu primeiro longa. E por todo este tempo, ao final de cada um dessas produções, sempre tivemos cenas pós-créditos e ficávamos ansiosos por sequências que expandiriam o Universo Cinematográfico da Marvel.

Cenas pós-créditos e franquias existem no cinema muito antes da Disney adquirir a Marvel Studios e iniciar toda a concepção de seu universo, mas quase uma década depois, as franquias deixaram de ser trilogias, e hoje estendem-se de forma maior devido o sucesso dos heróis da casa das ideias, forçando os estúdios a adotarem tais medidas que tornaram-se indispensáveis e que definitivamente quebraram esses paradigmas hollywoodianos.

Ao final do primeiro Homem de Ferro presenciamos a aparição de Nick Fury, interpretado por Samuel L Jackson, o que nos deu a entender que algo grande estava por vir no futuro; o espião se apresenta como diretor da S.H.I.E.L.D. e explica que a visita diz respeito à ‘Iniciativa Vingadores’. Ainda no mesmo ano, O Incrível Hulk chegaria aos cinemas com a participação surpresa de Tony Stark, dando a entender que sim, a Marvel tinha planos para o futuro.

Pois então daremos um salto temporal de nove anos. Sim, o ano é 2017, e a Marvel Studios não entrega um ou dois filmes, mas três por ano: Guardiões da Galáxia Vol.2, Homem-Aranha De Volta ao Lar e Thor Ragnarok. Fruto de um grande planejamento, ao passar dos anos a equipe de Kevin Feige conseguiu aprimorar o controle criativo e assim produzir mais que um filme por ano e além disso o progresso tornou-se constante possibilitando até mesmo cinco cenas pós-créditos, como mostrado em Guardiões da Galáxia Vol.2.

James Gunn recebeu uma missão como qualquer outro diretor caído no boca-boca de hollywood: superar o sucesso de seu filme original, como aconteceu com Sam Raimi em Homem-Aranha 2 e Christopher Nolan em O Cavaleiro das Trevas. Porém o diretor preferiu ir pelo caminho oposto, pois nunca pensou que deveria tentar fazer algo maior; mas escrever um filme de sua autoria após ter seguido às regras do estúdio — acordo que existe na indústria por anos.

O primeiro Guardiões da Galáxia teve um cuidado maior pelo estúdio, por se tratar de uma aposta arriscada, ao contrário de sua sequência, que desde o planejamento foi argumentada por James Gunn para ser um longa mais independente, que não iria se interligar ao MCU, pois o diretor enfim ganhou a liberdade para fazer o trabalho da maneira que quisesse, e que só foi possível graças ao estrondoso sucesso do original, dito isso, ele não hesitou em acrescentar cenas que nada mais enriqueceriam o próprio universo cósmico comandado pelos guardiões.

Thor: Ragnarok claramente foi um filme pensado pelo sucesso de Guardiões da Galáxia. O deus do trovão e sua terra natal, Asgard, foram adaptados e tornaram-se uma espécie de vikings de ópera espacial que nunca agradou o público como o Homem de Ferro ou o Capitão América. A jogada da Marvel Studios foi justamente tomar James Gunn como exemplo e escalar Taika Waititi, diretor de filmes indie, para poder colocar sua própria visão neste vindouro filme. A autoria toma forma dentro da fórmula Marvel.

Vermos howard o pato, Silvester Stallone, David Hasselhoff e até mesmo os Vigias — a famosa raça alienígena que observa tudo que acontece no Multiverso Marvel — sendo fanservices que aconteceram graças ao ardiloso trabalho iniciado há quase uma década que mudou o cinema e abriu portas para produções mais independentes da Marvel que só agora encontraram o momento perfeito para brincar num playground repleto de easter eggs.

E se toda a trajetória da Marvel Studios servir de exemplo para os estúdios concorrentes, a paciência com certeza deveria ser uma virtude.

  • Davi

    Os produtores da Warner esperavam bastante de BvS, a crítica negativa não acabou com o universo mas abalou a estrutura do deles. Por isso Esquadrão virou filme teen, mas Mulher Maravilha deu um alívio pro universo deles e agora com Liga é pra fincar de vez o universo ou desandar com o mesmo.
    Mas confio no Snyder. BvS foi bem injustiçado, e curioso pelo futuro do Snyder nesse universo após Liga. Se fizer mais de um 1b talvez ele continue. O que seria ótimo.

    • Gabriel Santos

      Snyder saiu das produções por tempo indeterminado…

      • graça a deus

        • Diony Bigu

          “Graças a Deus”
          Vocês sabem pq ele saiu? Não foi por resultados ruins ou pela critica, foi por causa da filha dele q morreu ‘-‘
          Pra ser mais exato, ela se matou

          • sei sim por causa da família porem,acho que vai ser muito bom a saida deles dos projeto mas a única coisa lamentável foi o modo como isso aconteceu

    • BvS foi bem injustiçado não acho o filme e mau montado cheio de furos no roteiro sem contar os trailer entregando tudo e vendendo uma coisa que no final e outra completamente diferente,cenas ridículas,sem contar que depois que ver a versão estendida vc se sente lesado com a versão do cinema como se tivesse te vendido um filme incompleto ,já esquadrão e um merda porque tudo ali e uma merda tirando o pistoleiro e a Arlequina nada ali presta sem contar o coringa tanto de aparência como de pessoalidade e tudo uma porcaria

    • toygame lan

      ” BvS foi bem injustiçado” foi não,o filme tinha muitos erros e cenas desconexas,fora que era para ser só batman vs superman e tentaram fazer a liga nesse filme.

  • BRICK : O Morto-Vivo Feliz

    Antes.

  • Eduardo Oliveira

    Paciência essa que a DC não tem, pois se tivessem, como demonstraram em Mulher Maravilha, com certeza o DCU estaria mais coeso e melhor fixado na cabeça do público, acho BvS um filme que deveria ter acontecido depois dos acontecimentos da Liga, tipo o filme da Guerra Civil da Marvel que aconteceu um pouco depois de Era de Ultron que eu acho um filme falho mas necessário no quebra-cabeça e que pegou heróis que eram unidos e depois os separam criando um futuro sombrio para os heróis do universo da Marvel mesmo com a eventual união deles para derrotar Thanos, e
    sobre isso falta muito para a DC acertar, pois a cada mês a gente presencia o anúncio de um filme atrás do outro e que não se sabem se viram a ver a luz do dia ou se empacarão como o filme dos Lanternas Verdes e isso vira uma confusão sem tamanho, mesmo que filmes como o da Mulher Maravilha acabem eventualmente acertando nas questões que se propõem isso ainda é muito pouco, ou seja a DC está tentando ir ao pote rápido demais enquanto a Marvel mesmo que com filmes não sendo necessariamente excepcionais eles conseguem divertir e seguem um linha de qualidade quase invariável, seus filmes nem são muito bons mas tbm passam muito longe de ser ruins e eu acho que essa é chave para se criar um universo estendido no cinema, coisa que a Universal parece ter visto com o fiasco de A Múmia e parecem já estar replanejando seus filmes vindouros.

    • toygame lan

      a DC já começou errado,deveria ter feito logo o filme da liga e pronto.Não seguir a mesma coisa da marvel e fazer filmes separados e juntar tudo

  • toygame lan

    a disney comprou na fase 2

  • toygame lan

    Doutor Estranho foi um bom filme,mas poderia ter sido melhor se tivesse saido mais da zona de conforto

  • toygame lan

    A DC já começou errado,deveria ter feito logo o filme da liga e
    pronto.Não seguir a mesma coisa da marvel e fazer filmes separados e
    juntar tudo.OS personagens da DC são bem mais conhecidos,por causa das animações como “super amigos”.

    O universo de series de TV até que está se saindo bem,mas falta melhorar coisas como alguns personagesn como caçador de marte em supergil que sempre acaba sendo jogado fora nas partes mais importantes.

    A marvel precisa desenvolver os viloes que é o que torna os filmes fracos e diminuir o numero de piadas.
    O universo de series de TV demolidor foi otimo,o outros não.Acho que manto e adaga deve melhoro bastante o universo.

    Agora depois dos vingadores guerra infinita e da liga os filmes de super herois deve entrar em declinio,o genero vai começar a se desgastar com o passar do tempo.

  • RONALDO

    Mudou pra pior

  • Seria realmente ótimo se mais estúdios seguissem o exemplo da Marvel.

  • Eduardo Jose de Andrade

    Graças a Marvel,a DC saiu do conforto de só fazer Superman ou Batman,e está fazendo o universo dela,concorrência boa faz a evolução mesmo,e eu vi Homem de Ferro no cinema,não sabia que aquilo era o começo de algo grande.