Divulgação. © Knack Productions

Divulgação. © Knack Productions

Anime que marcou a infância de muita gente, As Aventuras do Pequeno Príncipe (Hoshi no Ouji Sama) chega para a surpresa de todos no dia 1º de janeiro ao catálogo da Netflix, que parece cada vez mais empenhada em resgatar clássicos da animação japonesa que foram um grande sucesso.

A série é uma adaptação do livro infantil “Le Petit Prince” do autor francês Antoine de Saint-Exupéry, produzida em 1978 pelo estúdio Knack Productions (Pirata do Espaço) com 39 episódios divididos em 3 temporadas. Aqui no Brasil, foi transmitida durante os anos 80 pelo SBT, que o reprisou até os anos 90. As Aventuras do Pequeno Príncipe também foi lançado em vídeo e anos depois (2006) em DVD pela Focus Filmes.

Na história do anime, o Pequeno Príncipe mora num pequeno planeta chamado B-612 junto com uma rosa regada por ele todos dias. Por se sentir muito só, ele decide viajar pelo espaço pegando carona na cauda de cometas para viver uma série de aventuras.

Aina não se sabe se a Netflix vai disponibilizar O Pequeno Príncipe com a dublagem brasileira clássica, ou apenas áudio original e legendas.

Outras estreias para janeiro:

  • Yo-Kai Watch – 1º de janeiro
  • Power Rangers Dino Super Charge – 1º de janeiro
  • Power Rangers Super Megaforce: Batalha Lendária (versão extendida) – 1º de janeiro
  • Lego Ninjago: Masters of Spinjitzu (4ª e 5ª temporada) – 6 de janeiro
  • Lego Marvel: Avengers Reassembled – 6 de janeiro
  • Carlos Dimitrís

    lembro desse anime no sbt ele foi exibido pela afiliada de bh ate 1998 a 2000 muito bom o anime tomara que venha com dublagem original.

  • Luiz Guilherme

    Lindo.

  • Edmar Filho

    Pra ser perfeito e nostálgico só falta vir com a dublagem original *_*

  • Clelson Medeiros

    se eu disser que assistia qdo criança denuncio a minha idade?

    • João Carlos

      nao porque eu tenho 16 anos e quase todo mundo da minha escola tinah assistido em DVD

  • Carlos Dimitrís

    sobre o estudio Knack Productions ao que parece ele fechou no final dos anos 80 a ultima producao dele foi um anime de volei que inspirou inclusive o hakyu o atakka yu fonte ao lado https://en.wikipedia.org/wiki/Attacker_You!

  • jaiden shiba

    Outros animes clássicos que podem voltar são Legend of Zorro e Robin Hood que
    estão com a Sato Company.Não se sabe se vão para o Netflix ,Looke ou Wow!Play,
    nem se terão as antigas dublagens.

    • Carlos Dimitrís

      a sato nao manda mais conteúdo pro netflix. ela agora so manda conteudo pro looke. alem disso robin hood nao e da sato e sim da paris filme anime ao lado https://www.youtube.com/watch?v=xo_KoZqu6zc

      • claudio

        Em um dos sites oficiais da sato company que se cadastrou essa distribuidora pelo vimeo e vi lá o trailer do anime de robin hood daibouken, o seja o sato é a segunda distribuidora desse anime.

        https://vimeo.com/160650556

        https://vimeo.com/satocompany

        Seria bom trazer pra stream seja netflix, looker e outros sites já que é raro até hoje encontra na web todos episódios dublados dos animes do zorro e robin e mas acho haveria redublagem por que a primeira distribuidora a paris filmes é dona da dublagem classica que não sei se a paris venderia a dub pra sato.

        • Carlos Dimitrís

          se bem que de qualquer maneira e estranho a sato tendo adiquiro um anime da knack pois em tese pela lei japonesa essa produtora faliu entao todos os seus filmes e animacoes cairam no dominio publico japones.

          • claudio

            Talvez as produções classicas dos extintos estudios de animes são bem mais economico e baratos em pra os distribuidores brasileiros e estrangeiros compra mais facil os direitos locais, e por que existe poucas pessoas que tem posse das obras dos animes seja porque faleceram tais mangakas , escritor e autor da obra e presidente do estudio deixou pra os seus parentes , acionista cuida atualmente dos direitos autorais do anime.

            Que esses fatos pode acontece com qualquer outro estudio de anime extinto que encerrou suas produções.

          • Carlos Dimitrís

            faz sentido. nesse caso os direitos autorais pago pela obra seja infio ja que agora esta no dominio publico. o mairo gsto e coma dublagem e a remasterizacao do anime. rs

  • Carlos Dimitrís

    um dos animes mais famosos dessa empresa alem do pequeno principe e um anime baseado no lendario gekko kamen tokusatsu que iria inspirar a criacao de kamen rider 20 anos depois de sua produção. se nao estou enganado esse anime foi exibido na exttinta tv excelsior. episodio de gekko kamen ao lado https://www.youtube.com/watch?v=xSrESAkN4O4 ps lembrando que pela lei japonesa todos os animes dessa empresa cairam no dominio publico , ja que a knack faliu.

  • OMG! Espero que “O Pequeno Príncipe” chegue com o áudio original japonês e não a versão que chegou aqui, “traduzida” do inglês e com episódios a menos. São 39 episódios e só 26 foram lançados no ocidente.

  • Carlos Dimitrís

    so pra cosntar nao sei se tem uma influencia ou nao mas esse anime pequeno principe ele ja tinha no catalogo do netflix japones rs.

    • Uma possibilidade.

      • Carlos Dimitrís

        se for temos uma chance remota de termos uma versao com nova dublagem e com um numero de maior d episodios que a versao americana do mesmo. ou seja 24 episodios vamos ter 39 episodios rs

        • claudio

          So vi 20 episódio com dublagem classica do estudio elenco no SBT. E não sei essa emissora tem mais episódios do 21 em diante mas propositalmente a tv manteu na geladeira sem exibir e se exibiu os episódios finais e foi em pouca duração de tempo e maioria que assistiu na tv e não percebeu os episódios raros.

          E teve a redublagem na decada de 1990 da BKS pra o VHS que lançou incompleto os poucos episódios de pequeno principe e usando a mesma versão americana reduzida que o SBT tem.

          Se usarem a raw japonesa , que o caso da redublagem brasileira e a favor de manter os dubs BRs da primeira versão brasileira e caso estão vivo e ativos na dublagem. Ou ter novo elenco de dubladores e dubladoras.

          E uma duvida e quem detém a nova distribuidora do anime de pequeno principe e for distribuidor com pouco recurso financeiro e vão manter dublagem de miami ou só ter legenda pt-br e sem gasta com dublagem seja brasileira e outros países como mexico, chile e outros da america latina e outros vai estreia esse anime também no Netflix do exterior.

    • Sério que tem no catálogo japonês? Já procurei e não encontrei. Tem link?

      • Carlos Dimitrís

        nao tenho o link mas achei la. ocntudo pequeno principe nao ta na sessao de animes assim como aconteceu no netflix brasileira vc tem que achar ele por nome. em resumo achei ele por acaso quando usei o proxy pra ver o catalogo japones rs.

        • Já procurei por Petit Prince, Hoshi no Ouji-Sama, Little Prince e até 星の王子さま プチ・プランス mas não encontro. :/ Só encontrei na Amazon JP, mas é pra alugar.

  • Elddie

    Vi alguns episódios no DVD da Focus Filmes (a propósito, DVD lixo.), achei um anime bem estilo criancinha, mas mesmo assim gostei dele.

  • Mal lançaram o anime já vem aquela decepção: Apenas 16 episódios dos 39 existentes e ainda por cima a versão americana. Estragaram com o anime.

  • Olhei aqui e Yo-kai watch não está disponível ainda, ainda notícia se foi adiado?

    • Matheus Sousa

      Vidas ao Vento também foi, mas a data permanece fixada hoje. Deverá entrar ao longo da semana.